Mindset de crescimento: o que é? E, porque você precisa ter essa mentalidade?

Em um contexto de mudanças mais intensas, boa parte de nossos conhecimentos e rotinas podem se tornar rapidamente obsoletas, sendo necessário reaprender ou até ressignificar alguns conhecimentos e situações.

Dessa forma, é fundamental que estejamos prontos para o desenvolvimento de uma mentalidade alinhada a esse novo cenário, de forma que nosso crescimento pessoal e profissional não fique estagnado.

Afinal, o profissional do futuro precisa ser uma pessoa que vai conseguir aprender a todos os momentos e a desaprender também.  

O objetivo deste artigo é mostrar a você um conjunto de

características essenciais para que os profissionais se preparem para enfrentar as transformações do mundo do trabalho, do novo ambiente de negócios, e ainda assim, se destacar no ambiente de trabalho.

Vamos lá!

 

Estamos na era da desaprendizagem?

Podemos chamar de “desaprendizagem” o processo de ressignificação do conhecimento ou a eliminação intencional de algumas ações e comportamentos que visam alimentar nossa mente para novas aprendizagens.

Isso pode ocorrer a partir da mudança do mindset e da ressignificação de modelos mentais que dificultam assimilar o novo. O processo de “desaprendizagem” permite rever conceitos e comportamentos antigos e, às vezes, ultrapassados e realizar as mudanças necessárias.

A “desaprendizagem” caracteriza o modelo mental exigido dos atuais dos profissionais em geral e futuros gestores e, em outras palavras, o termo pode visto como um processo que permite ao profissional ou à empresa se reinventar e inovar.

Com isso, alguns especialistas afirmam que nossa habilidade de rever e mudar o mindset será fator chave por manter ou criar a competitividade.

Alvin Toffler, um futurista famoso, afirma que “o analfabeto deste novo milênio será aquele que não souber aprender, desaprender e reaprender novamente”.

Dessa forma, notamos que é preciso se reinventar, mudar o mindset, pois o motor nesse novo contexto é a inovação. É

essencial, portanto, sair da rotina e desapegar-se de conceitos e modelos mentais.

 

Por que é difícil mudar nossa mentalidade?

Muitos tem dificuldade em sair da zona de conforte, em alterar seu status quo.

Por isso, buscamos explicar brevemente aqui porque isso ocorre. Uma teoria chamada de cérebro trino de 1970, desenvolvida pelo neurocientista Paul MacLean, explica que nossa massa cerebral é dividida dessa forma:

O cérebro reptiliano: é o nível básico, responsável pelo nosso instinto humano.

O cérebro emocional: é o nível funcional, ligado ao nosso comportamento emocional.

Cérebro racional: que difere o ser humano dos demais seres vivos, trazendo ao homem pensamentos abstratos e criativo.

Assim, quando precisamos tomar novas e difíceis decisões, o cérebro reptiliano com seu instinto humano entra em ação com vistas a garantir a sobrevivência do indivíduo. E isso, justamente é que acaba por repelir novas atitudes e comportamentos.

Portanto, é preciso tomar consciência disso e não deixar que seus medos te dominem. Você sim precisa estar no controle expelindo esse instinto protetor de nosso cérebro, uma vez que encarar a mudança é essencial nesse mundo de constantes transformações.

 

O mindset de crescimento

Carol S. Dweck, Phd, psicóloga americana, mostra um estudo que retrata uma mentalidade fixa (mindset fixo) e uma mentalidade de crescimento (mindset de crescimento).

A mentalidade fixa é a crença de que as habilidades básicas de uma pessoa, sua inteligência, por exemplo são apenas traços imutáveis e que não podem ser mudados.

A crença é de que a inteligência e habilidade são coisas natas, onde as pessoas não compreendem suas limitações, como medo,

entre outros aspectos.

Por outro lado, o mindset de crescimento é justamente o oposto, considerando o cérebro como o ponto de partida para alcançar objetivos.

É uma mentalidade voltada para o crescimento e na melhoria contínua, não buscando focar no resultado final, um atributo certo das pessoas que atingiram realizações significativas na vida.

Daí temos o mindset de crescimento que é o mais apropriado para um novo contexto como o que temos agora.

Por isso, o profissional precisar compreender esse processo todo e estar apto a criar sua mentalidade rumo a um crescimento contínuo e necessário, isso calcado nessas características do mindset de crescimento, que são:

  • Procurar a aprender sempre

  • Buscar e abraçar novos desafios

  • Persistir até o fim, mesmo sem situações que não favoreçam

  • Perceber seus esforços como um caminho para seu aperfeiçoamento profissional

  • Aprender e a crescer com as críticas

  • Tirar as melhores lições das situações e se inspirar no sucesso dos outros.

Segundo a pesquisadora Carol S. Dweck, como resultado disso tudo, os indivíduos que possuem esses atributos atingem níveis mais altos de realizações.

 

Porque é importante te um mindset de crescimento?

Trata-se de um tipo de mentalidade que traz para as pessoas uma maior liberdade e capacidade de interação e participação nas decisões e busca por novas soluções, o que é algo essencial para com vistas à criação e a inovação dentro das organizações em geral.

Desse modo, é preciso cultivar um mindset de aprendizagem, com mais inclinação para assumir riscos, ter mais proatividade e, reconhecendo-se as falhas que podem ocorrer dentro do processo de experimentação, e buscar por criar o novo.

Temos ainda o conceito de aprendizagem contínua, principalmente devido à quantidade de informação, mudanças e conteúdos em todos os formatos disponíveis atualmente para nossa sociedade. Assim, quanto mais se aprende, mais se percebe que se tem que aprender, desaprender e a reaprender sempre.

Isso porque o profissional para ser bem-sucedido em sua carreira profissional, precisa observar e estar alinhando a essa nova dinâmica de aprendizados constantes.

 

Concluindo

Neste artigo você viu sobre mindset de crescimento, o que é, e sua importância diante as novas transformações do mercado de trabalho e do contexto de negócios.

Quando se fala do mercado de trabalho, frequentemente, se pensa nos jovens que estão entrando e procurando criar a sua carreira.

Porém, a realidade de 2020 vai de acordo com as tendências

futuras, todos os profissionais com possibilidades de aprender, desaprender e a reaprender sempre estarão à frente de muitos que ainda ignoram essa dinâmica.

Se gostou deste artigo, compartilhe ele com seus amigos?

Até a próxima!

Siga-nos nas redes sociais!

©2020 Vamos Subir - Todos os direitos reservado

Vamos Subir

CNPJ 35.234.052/0001-07

Rua dos Pinheiros 870, Pinheiros, São Paulo, 05422-001

oi@vamossubir.com.br

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social