Siga-nos nas redes sociais!

©2020 Vamos Subir - Todos os direitos reservado

Vamos Subir

CNPJ 35.234.052/0001-07

Rua dos Pinheiros 870, Pinheiros, São Paulo, 05422-001

oi@vamossubir.com.br

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social

Uma lição que o futebol me ensinou: a diferença entre ter potencial e ser uma realidade

26 Nov 2018

 

Durante quase toda a minha vida joguei futebol profissionalmente. Joguei dos meus 6 anos de idade até os meus 18 para 19 quando decidi parar a carreira pra fazer um trabalho voluntário durante 2 anos e depois que retornei desse trabalho voluntário não voltei mais a jogar futebol. 

 

O futebol foi marcante na minha vida e ele me deu muitas coisas. Conheci vários lugares, países diferentes e culturas interessantes. O futebol me deu muitas amizades e amadureci muito por ter que morar fora de casa desde os 14 anos, abrindo mão de muita coisa pra correr atrás de um sonho.

 

 

 

Uma das coisas que eu mais gostei do futebol foi a oportunidade de conhecer várias pessoas diferentes e conhecer suas histórias. Era muito legal, divertido e também bastante desafiador morar em alojamentos com pouca estrutura nas categorias de base (até mesmo alguns clubes grandes que joguei tinham pouquíssima estrutura). Mas em geral era muito legal e engraçado morar com outros rapazes que eram tão diferentes mas tão iguais pelo mesmo sonho e propósito. Posso dizer que conheci o Brasil todo por meio das pessoas que conheci.

 

Esses dias eu estava pensando nos craques e melhores jogadores com quem joguei nas categorias de base e me perguntei "onde eles estão?", já que era tão certo pra mim e pra outras pessoas que eles seriam profissionais e talvez estariam entre os melhores jogadores do mundo em alguns anos. 

Curiosamente 
quase nenhum desses jogadores com mais potencial se tornou profissional ou alcançou o potencial que eles tinham. Enquanto alguns que nem eram tão bons e que ninguém acreditava hoje estão jogando em grandes clubes e em alto nível.

 

Sabe porque isso acontece?

 

Porque existe uma diferença entre ter potencial e ser uma realidade. A maioria desses melhores jovens que joguei na época já tinham uma atitude de achar que eram mais do que eram de verdade e por isso pararam no tempo, não se esforçaram tanto e alguns até regrediram. Enquanto aqueles que não tinham tanto potencial trabalharam duro, progrediram e hoje se tornaram grandes jogadores profissionais e estão em um nível muito melhor. 

 

Na nossa vida pessoal e profissional é a mesma coisa: não é porque nós temos potencial que nós já somos uma realidade

 

 

Existe uma grande diferença entre ter potencial e ser uma realidade, e precisamos entender isso. A transição de potencial para realidade depende muito da constância que nós temos e dos resultados que geramos. Muitas vezes nós caímos na armadilha de achar que só porque temos potencial já somos uma realidade e paramos no tempo com essa mentalidade. Em alguns casos até achamos que merecemos mais reconhecimento do que de fato merecemos pelas pequenas coisas que nós fizemos.

 

Nós, jovens no mercado de trabalho (mas isso não se aplica só à nova geração) precisamos provar o nosso potencial e transformar esse potencial numa realidade no dia a dia, na constância, até nos tornarmos aquilo que nós podemos nos tornar. 

 

De fato a nossa geração é uma geração privilegiada. Nós temos muita ambição, muita capacidade de realizar e fazer acontecer. Na verdade nós fomos muito mais preparados que nossos pais e avós. Nós nascemos numa era em que a informação é muito mais acessível, a internet fez com que isso fosse possível. Independente da sua idade você pode ter sucesso. A idade não é mais um fator decisivo para as coisas acontecerem e é por isso que nós somos privilegiados. Mas não é porque nós somos uma geração mais privilegiada ou com "mais potencial" que nós somos melhores ou merecemos mais por isso. 

 

Para ter sucesso no mercado de trabalho e assim receber um salário melhor ou um cargo melhor nós precisamos provar no dia a dia o nosso potencial e não cair na armadilha de achar que nosso potencial sustentará o nosso sucesso. O sucesso das pessoas vem da constância dos seus resultados. 

 

O nosso potencial não sustentará qualquer progresso ou sucesso

 

É nisso que acredito e foi o que me motivou a criar o Vamos Subir, um projeto social para ajudar e inspirar jovens em início de carreira a ter sucesso por meio da mudança de comportamento e atitudes. Temos tido bastante sucesso e impactando cada vez mais jovens entrantes no mercado de trabalho a manter a humildade e trabalhar duro pra conseguir resultados.

 

Se você gostou desse texto, tem algum comentário, sugestão ou crítica comente aqui embaixo. Se achar que vale a pena essa postagem chegar em mais pessoas, compartilhe ela.

 

Se quiser saber mais do Vamos Subir ou quer indicar nosso programa pra algum jovem que precise de ajuda e está em início de carreira compartilhe com ele esse post, nosso site e mídias sociais. 

 

Abraços e Vamos Subir!

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload