Siga-nos nas redes sociais!

©2020 Vamos Subir - Todos os direitos reservado

Vamos Subir

CNPJ 35.234.052/0001-07

Rua dos Pinheiros 870, Pinheiros, São Paulo, 05422-001

oi@vamossubir.com.br

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social

Um mito sobre escolher fazer o que você ama.

13 Dec 2018

Uma das frases mais utilizadas para ajudar, inspirar e direcionar os jovens a tomar boas decisões é: escolha fazer aquilo que você ama.

 

Para muitos especialistas de carreira esse é o grande segredo para se ter sucesso e ser feliz no trabalho e na vida. 

 

Pessoalmente também acredito nisso e incentivo que todos devem buscar fazer aquilo que amam; mas existem algumas ilusões a respeito desse tema que causam muitas frustrações. É necessário entender o que significa realmente escolher fazer aquilo que você ama e as verdades ocultas por trás dessa frase.

 

Escolher fazer o que você ama não significa que você fará todos os dias e a todos os momentos algo que você goste.

 

É preciso entender que você terá que fazer algumas coisas que nem goste tanto, que não te dão tanto prazer mas que fazem parte do processo para conseguir realizar e fazer aquilo que ama.

 

Por exemplo, eu trabalho com vendas e adoro vender. Na verdade eu amo vender, só que existem algumas atividades no processo de vendas ou no dia a dia de um vendedor que não são tão legais quanto estar com um cliente em uma apresentação, negociando ou fechando um contrato. Existem outras atividades no meu dia a dia como: colocar informações no nosso CRM com atividades de ligações ou reuniões, atualizar informações sobre projeto e oportunidades pra dar visibilidade para meus superiores, envolvimento e alinhamento com outras áreas como marketing, reuniões com parceiros e tantas outras atividades diversas que não são diretamente “vendas” só que eu precisei entender a importância e a necessidade de cada uma dessas atividades para conseguir realizar aquilo que eu amo. Sem o compromisso em todas as outras atividades eu jamais conseguiria vender.

 

Como eu venho dos esportes vou tentar fazer uma analogia que sempre me ensinou fortemente sobre isso. Em 2016 tivemos as olimpíadas no Brasil e recebemos atletas de todas as partes do mundo. 

 

Todos os atletas que vieram para o Brasil vieram com o objetivo de competir e sair com o ouro. Se eles não tivessem entendido a importância de treinar - que é uma das coisas que eles precisam fazer - eles nem seriam capazes de chegar ao Rio de Janeiro. Então mesmo que alguns deles nem gostem tanto de treinar (muitos de fato não gostam de treinar) eles fazem mesmo assim. E não é só treino, eles precisam se alimentar bem, descansar x horas por dia, se preparar psicologicamente para momentos de alto estresse e muito mais.

 

Se pararmos para pensar, a maior parte do tempo dos atletas é direcionada para atividades preparatórias que vão capacita-los (em média 4 anos ou mais, no caso das olimpíadas) para fazer aquilo que eles amam durante alguns dias, horas ou minutos. 

 

 

 

Da mesma forma é a nossa carreira. Talvez a maior parte do tempo estaremos nos preparando e treinando para alcançar nosso lugar ao podium, mesmo que o trajeto seja cheio de desafios e "atividades chatas".

 

O ponto é que a sensação de conseguir e fazer aquilo que se ama é tão maior e satisfatória que vale a pena passar por todos os desafios que certamente existirão na nossa carreira profissional.

 

Na verdade, mostramos que somos maduros o suficiente e que estamos prontos para progredir na nossa carreira quando conseguimos fazer aquilo que a gente não gosta com a mesma capacidade, intensidade e qualidade daquilo que gostamos de fazer.

 

Você mostra sua maturidade quando consegue fazer aquilo que não gosta com a mesma qualidade daquilo que gosta.

 

Dificilmente alguém encontrará um trabalho que só se faça o que gosta o tempo todo e que todas as atividades sejam legais. Talvez esse trabalho dos sonhos ainda não exista e conseguir fazer as coisas "chatas" será um bom exercício para sair da sua zona de conforto e amadurecer.

 

O conselho e segredo para agora é conseguir entender a importância das atividades que você não gosta no processo e realizá-las sem reclamar sempre pensando que com isso você conseguirá alcançar seus objetivos e fazer o que ama.

 

Só assim você vai conseguir fazer o tempo todo algo que te de o mínimo de prazer e felicidade.

 

Antes de escolher uma carreira, profissão ou de aceitar uma oportunidade de emprego entenda quais serão as suas responsabilidades e atividades e quanto tempo gastará em cada uma delas. Isso pode clarear a sua mente para tomar boas decisões e evita frustrações do seu lado e da empresa que te abrirá as portas. 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload