Siga-nos nas redes sociais!

©2020 Vamos Subir - Todos os direitos reservado

Vamos Subir

CNPJ 35.234.052/0001-07

Rua dos Pinheiros 870, Pinheiros, São Paulo, 05422-001

oi@vamossubir.com.br

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social

Bruno Barreto fala sobre como lidar com situações de rejeição

O Vamos Subir entrevistou há algumas semanas o gerente de Cloud e Sales Manager da Google, Bruno Barreto. Na nossa conversa falamos sobre diversos assuntos sobre carreira, com anos de experiência no mercado de trabalho, passando desde pequenas à grandes organizações, ele pôde compartilhar conosco sua visão, trajetória e pontos que são decisivos ao longo das nossas vidas e como identificar esses momentos.

 

Nesse artigo vamos trazer um pouco sobre como lidar com situações de rejeição, os feedbacks negativos, desenvolver resiliência e sempre aprender e se desenvolver a partir daquilo que precisamos melhorar.

 

Uma das perguntas que fizemos foi sobre o feedback negativo: "Como desenvolver resiliência e não desanimar diante de situações de rejeição?". Em sua resposta, Bruno traz uma visão de que a rejeição é necessária para o crescimento de cada um individualmente. Confira o que ele disse: “Acho que tem duas coisas, a primeira coisa é a seguinte: Você tem que receber bastante rejeição, para ficar um pouco mais calejado, isso é normal. Quanto mais você tiver e mais cedo, mais fácil fica depois. A pessoa que não está acostumada a ouvir 'não', e começa a ouvir lá na frente, vai ser mais afetada com certeza, de maneira psicológica e emocional."

 

 

 

 

 

 

Para exemplificar melhor como a rejeição ajuda no crescimento profissional, Bruno trouxe o exemplo do discurso 100 (cem) dias de rejeição “Hundred days of rejection”, em que a rejeição é trabalhada e trazida como algo positivo e necessário:

 

 

"Nesse discurso o autor faz um desafio de que todo dia ele iria tentar ouvir um não de alguém. Ir na rua e perguntar uma coisa doida: Você pode me dar cem dólares? Ele sabe que vai receber um não. Então pensou: 'o melhor jeito de eu lidar com a rejeição é me acostumar com ela, até chegar no ponto em que ela não vai me afetar mais'. E ele começou a fazer isso todo dia, perguntas malucas para pessoas na rua: Posso almoçar na sua casa? Dirigir seu carro? Posso fazer isso, posso fazer aquilo? E sempre recebia não. Até que de vez em quando alguém dizia 'sim' e ele ficava surpreso."

 

 

 

No final, Bruno deixa um olhar daquilo que estamos construindo em nossas vidas e carreiras e diz:

 

 

"O que você acaba construindo cria um sistema dentro do seu emocional, onde você começa a ter a recompensa do sim ao invés da depressão e perda do não. Você já está quase acostumado com o não, e quando vem o sim é muito bom e te dá muita energia e o gás para receber vários 'nãos' na frente".

 

 

 

E você como lida com a rejeição? O que te motiva?

 

É próprio de pessoas que obtiveram sucesso uma visão diferente das rejeições e fracassos, além dos conselhos dados pelo Bruno, indicamos ao leitor um livro que pode ser facilmente encontrado:

"Mindset: A Nova Psicologia do Sucesso - Carol Dweck"

 

Gostou desse trecho de nossa conversa com o Bruno? Não deixe de compartilhar com os amigos e nos seguir nas redes sociais, se inscreva para receber mais informações e dicas de carreira: https://goo.gl/MuHzdt

 

#VAMOSSUBIR


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload